16.1 C
Caldas da Rainha
Sexta-feira, Junho 14, 2024

Espetáculo de surf com assistência recorde de 51 mil fãs em Peniche

O segundo dia de competição na etapa portuguesa do circuito principal da Liga Mundial de Surf (WSL) ficou marcado pelas ondas grandes e pesadas, mas também pelo novo recorde de assistência na Praia de Supertubos, em Peniche.

Foram 51 mil os adeptos que encheram o areal para presenciarem ao vivo um autêntico ‘show’ (espetáculo) de surf, num domingo cheio de ação e drama, com o número de pessoas presentes no ‘teatro do oeste’ a constituir um novo máximo histórico, revelou à Lusa a organização.

As eliminações do português Frederico Morais, do norte-americano Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, do havaiano John John Florence, bicampeão, ou do brasileiro Filipe Toledo, campeão em título, foram os grandes destaques do dia, que começou com sol primaveril e terminou com nevoeiro cerrado.

A prova arrancou bem cedo, com a ronda de repescagem, na qual ‘Kikas’ se despediu com uma derrota tangencial frente a Kelly Slater que, na ronda seguinte, foi eliminado e deixou no ar a forte possibilidade de não voltar a vestir a licra de competição em Portugal.

Mesmo com a força do mar a obrigar a uma interrupção da competição, e com o nevoeiro a ameaçar o reatamento, o público não desarmou, e fez bem, porque, assim que as pranchas voltaram a deslizar para a ‘ronda dos 32’, os surfistas mostraram porque é que são os melhores do mundo, independentemente das condições que enfrentam.

O MEO Rip Curl Pro Portugal, terceira etapa do circuito principal da WSL, arrancou no sábado, depois de três dias de espera pelas melhores condições, e decorre até 16 de março.

Artigos Relacionados

Redes Socias

5,247FãsCurtir
2,571SeguidoresSeguir
31InscritosInscrever

Últimas Notícias