16.1 C
Caldas da Rainha
Sexta-feira, Junho 14, 2024

Convento São Francisco com música clássica e fado este fim-de-semana

Este fim de semana, o Convento São Francisco (CSF) volta a ter uma programação repleta e eclética. Amanhã, sábado, tem início o VIII Encontro Mundial de Piano de Coimbra, a partir das 17h00, no Grande Auditório, com a Orquestra Filarmónica Portuguesa. Domingo, à mesma hora, a Sala D. Afonso Henriques, acolhe o fado na voz de Filipa Biscaia, com o arranque do ciclo programático “Santos de casa fazem milagres”. E hoje, às 21h30, Lar Doce Lar, já esgotado, vai encher o Grande Auditório, num espetáculo que junta em palco os conceituados Joaquim Monchique e Maria Rueff.

O “VIII Coimbra World Piano Meeting” (VIII Encontro Mundial de Piano de Coimbra), que arranca já amanhã, dia 28 de janeiro, é coorganizado pela prestigiada Academia Internacional de Música “Aquiles Delle Vigne” e pelo Município de Coimbra. A 8ª edição, que decorre até 05 de fevereiro, reúne dezenas jovens pianistas consagrados de grandes instituições mundiais, oriundos de cerca de 20 países.

A abertura do Coimbra World Piano Meeting cabe à Orquestra Filarmónica Portuguesa, dirigida pelo prestigiado maestro Osvaldo Ferreira, a que se juntam jovens pianistas premiados do evento. O concerto começa às 17h00, no Grande Auditório, e do programa constam peças de Johann Sebastian Bach, concerto em Lá maior, BWV 1055, de Armando José Fernandes, concerto para piano, e do russo Dmítri Shostakóvitch, concerto n.º 1 Op. 35, para piano, trompete e orquestra de cordas. Ao piano vão estar os jovens solistas premiados do Coimbra World Piano Meeting.

Já domingo, dia 29 de janeiro, na Sala D. Afonso Henriques, a partir das 17h00, Filipa Biscaia apresenta o seu primeiro disco “Dois a Dois”, com influências que vão do Fado de Coimbra, ao folclore, passando pela música de intervenção e pelo fado tradicional de Lisboa. Este concerto representa ainda o arranque do ciclo programático “Santos de casa fazem milagres”, dedicado a artistas e projetos na área musical originários ou com vincada ligação a Coimbra. Com produção de Ricardo Dias, “Dois a Dois” é o disco de apresentação da fadista, composto por dez temas agrupados de dois em dois géneros musicais, desde o fado de Coimbra aos dois temas originais do disco, “Rosa secreta” e “O que hoje sou”. “Dois a Dois” conta com a participação de André Dias na guitarra portuguesa, João Filipe, Ni Ferreirinha e Bernardo Viana na viola de fado, Daniel Pinto no baixo e Ricardo Dias no piano, e tem ainda, como artista convidado, o fadista Pedro Moutinho no tema “Quarto alugado”.

De referir ainda que hoje, dia 27 de janeiro, sobe ao palco “Lar Doce Lar”, um espetáculo que junta, pela primeira vez, Joaquim Monchique e Maria Rueff. Já esgotado, este espetáculo de teatro é a história de “duas idosas que partilham um quarto na residência sénior Antúrios Dourados e embarcam numa competição desmedida por um quarto particular após a “partida” da sua anterior ocupante”. Com brilhantismo, Maria Rueff e Joaquim Monchique desdobram-se em múltiplas personagens e levam-nos numa viagem atribulada e hilariante pelos quatro cantos deste doce lar.

Os bilhetes para os dois eventos musicais encontram-se à venda em www.bol.pt e nos locais habituais. Mais informações através dos contactos do CSF: 239 857 191 e bilheteira@coimbraconvento.pt.

Artigos Relacionados

Redes Socias

5,247FãsCurtir
2,571SeguidoresSeguir
31InscritosInscrever

Últimas Notícias