16.1 C
Caldas da Rainha
Sexta-feira, Junho 14, 2024

Câmara de Almeirim adquire terreno para aumentar oferta de lares e construir casas

A Câmara de Almeirim (Santarém) vai adquirir um terreno na cidade, com cerca de quatro hectares, por mais de um milhão de euros, para aumentar a resposta de lares para a terceira idade e para a construção de habitação.

O presidente do município, Pedro Ribeiro (PS), disse hoje à Lusa que a decisão foi tomada na reunião de câmara de terça-feira, na qual foi ainda deliberada a aquisição da “Casa do Sacristão”, que será alvo de uma “intervenção total”, com preservação da fachada, e que se destinará à área da educação.

Sobre o terreno no qual o município vai investir um milhão de euros, o autarca afirmou que se destina a “dar resposta a duas áreas da maior importância, habitação e lares”.

A intenção é disponibilizar dois lotes, com cerca de 5.000 metros quadrados cada, para duas instituições particulares de solidariedade social, a Santa Casa da Misericórdia e a Associação Cristã de Reinserção e Apoio Social (ACRAS), “construírem dois lares de nova geração”, podendo aumentar a oferta atual com mais 150 lugares.

Os restantes três hectares serão destinados a habitação, possivelmente a construir pelo município, “numa lógica semelhante àquela que existiu nos anos 80 e 90” do século passado, com as cooperativas, escreveu o autarca num ‘post’ colocado nas redes sociais.

“O objetivo é aumentar a oferta, regulando preços e assim diminuir os custos para quem quer adquirir uma casa”, declarou.

Salientando que não está definido o modelo definitivo de todo o processo, o qual terá ainda de ser submetido ao executivo municipal, o autarca disse acreditar que será possível ter “mais de 150 apartamentos”.

“Aquilo que me parece importante realçar deste primeiro passo é a aposta numa oferta estatal de casas que será financiada em parte com as taxas que temos recebido das empresas que se têm fixado no nosso concelho. Se é verdade que essa fixação tem enormes aspetos positivos no mercado de trabalho, também é verdade que ajudou a inflacionar preços, então faz sentido que usemos essas mais-valias para regular os preços. É também essa a nossa função”, escreveu Pedro Ribeiro.

O autarca lembra que a Câmara de Almeirim assinará em breve o contrato ao abrigo do programa Primeiro Direito, para a construção de habitações “de cariz mais social”, salientando que este projeto visa responder à classe média, “a mais prejudicada pelo aumento de preços”.

O município deliberou, ainda, a aquisição de um terreno que se vai juntar aos dois hectares que já tinha adquirido, aumentando a capacidade da chamada Horta d’El Rei, espaço verde e de estacionamento a construir no centro da cidade, “para apoiar o mercado e o comércio local”.

Artigos Relacionados

Redes Socias

5,247FãsCurtir
2,571SeguidoresSeguir
31InscritosInscrever

Últimas Notícias